Procedimentos

Pálpebras e Supercílios / Blefaroplastia

PÁLPEBRAS E SUPERCÍLIOS - BLEFAROPLASTIA

 

 

A região das pálpebras e supercílios é responsável por transmitir as características de nossas emoções frente a situações diversas. Alegria, tristeza, surpresa, interesse e outras expressões adquirem forma nessa região tão complexa. No decorrer dos anos, um pouco de rugas, bolsas de gordura abaixo dos olhos e leve queda do supercílio são considerados normais. No entanto, infelizmente, para algumas pessoas essas alterações ultrapassam o limiar de normalidade, seja devido à ação excessiva dos músculos da região, envelhecimento natural ou mesmo hereditariedade. Nesses casos, os olhos não refletem como o paciente se sente na verdade; é apenas uma alteração externa que se torna muito desconfortável para o bem estar e auto-estima.

As pálpebras podem sofrer alterações no seu formato, perdendo firmeza e espessura. Em alguns casos, o excesso de pele e queda da pálpebra superior pode até prejudicar a visão do paciente. As bolsas de gordura aparentes e pele pendente transmitem uma irreal sensação de cansaço, tristeza ou nervosismo. Portanto, além de restaurar a beleza do local, o tratamento da região também beneficia o paciente com mais receptividade nas suas relações interpessoais.

A cirurgia plástica apresenta técnicas localizadas e pouco traumáticas para restaurar o equilíbrio da região, trazendo de volta uma aparência jovial e relaxada.

 

O QUE É A CIRURGIA DAS PÁLPEBRAS E SUPERCÍLIOS

 

A cirurgia das pálpebras ou blefaroplastia pode ser realizada sozinha ou em conjunto com a elevação dos supercílios e cirurgia de rejuvenecimento da face e/ou pescoço.

A cirurgia estética das pálpebras (blefaroplastia) é um procedimento que pode ser feito em qualquer idade pois o comprometimento da região tem como causas principais o envelhecimento natural e hereditariedade. A blefaroplastia aborda a região da pálpebra superior, pálpebra inferior ou ambas. Dessa maneira, é capaz de remover o excesso de pele das pálpebras e bolsas de gordura que incomodam o paciente. Esta técnica também pode beneficiar o campo visual se a pele da pálpebra superior estiver cobrindo parte do olho. Em casos onde o contorno e formato dos olhos estão alterados (ex: a parte branca do olho fica muito visível), é possível reforçar ligamentos da região durante a blefaroplastia superior e/ou inferior, restaurando a sua firmeza e contorno (cantopexia ou cantoplastia).

A cirurgia de elevação do supercílio melhora a queda do mesmo e age em toda a região próxima a ele minimizando as linhas de expressão exacerbadas. Ou seja, a cirurgia espera reduzir sulcos profundos na parte superior e lateral da testa ao mesmo tempo em que reposiciona o supercílio numa região esteticamente mais favorável para o paciente. Algumas vezes, com a elevação do supercílio o excesso de pele da pálpebra superior se torna menos evidente e a cirurgia de blefaroplastia superior acaba não sendo mais necessária. No entanto, pode ser indicado o uso de procedimentos faciais estéticos para otimizar o resultado obtido.

 

A CONSULTA

 

O Dr. Wulkan está à sua disposição para avaliação com hora marcada em consultório.

Na consulta, as causas do envelhecimento da pele serão explicados e se a plástica de pálpebras ou eleveção do supercílio é a única opção para atenuar os sinais indesejados. Em alguns pacientes jovens, procedimentos faciais estéticos podem ser suficientes para trazer bons resultados. Em outras situações, mesmo em pacientes jovens deve-se optar pela cirurgia para alcançar o ideal esperado.

Se necessário, os pacientes com idade avançada serão avaliados por outras especialidades médicas para tornar a blefaroplastia o mais seguro possível. Tratando-se de cirurgia puramente estética, não se deve ter pressa para operar; a cirurgia será realizada quando todas as condições clínicas pré-cirúrgicas forem alcançadas.

Um exame físico e funcional da área a ser operada será realizado com a conivência do candidato à cirurgia. A motivação e expectativa do paciente serão discutidos para esclarecer ao máximo se as mesmas podem ser alcançadas com a cirurgia. Juntos, o Dr. Wulkan e o paciente vão decidir onde será a futura posição mais esteticamente harmoniosa do supercílio e da cicatriz. Com o auxílio de espelhos, será mostrado o excedente de pele a ser retirado das pálpebras durante a blefaroplastia e o local das incisões.

Como a face é vista como um todo e não apenas como uma soma de suas partes, muitas vezes uma abordagem global para rejuvenescimento facial é indicada para que se obtenha um resultado mais natural (cirurgia de face ou lifting facial).

Durante a consulta, serão discutidos opções de anestesia e seus riscos. Possíveis complicações e intercorrências serão abordadas em detalhes.

O sucesso da cirurgia está diretamente relacionado com a habilidade do cirurgião, avaliação criteriosa da saúde do paciente e pós-operatório adequado. É esperado que o paciente compartilhe as expectativas da cirurgia e histórico médico. No final da consulta, serão solicitados exames pré-operatórios e avaliação de outros especialistas, se necessário.

O pós-operatório será explicado em detalhes. Embora a cirurgia das pálpebras e supercílios geralmente tem recuperação rápida, é imprescindível que o paciente cumpra as orientações pós-operatórias e retorne ao consultório sempre que solicitado.

O Dr. Wulkan encoraja os pacientes para que tragam suas dúvidas à consulta, a fim de que sejam esclarecidas com o máximo de acurácia possível.  A consulta termina quando todas as elucidações sobre blefaroplastia e elevação dos supercílios forem solucionadas e com a entrega de livro e/ou apostilas de autoria do Dr. Wulkan com mais informações sobre o procedimento, preparo da cirurgia, cuidados pré e pós-operatórios.

 

O PROCEDIMENTO

 

A cirurgia das pálpebras e dos supercílios são altamente individualizadas pois depende da anatomia do paciente e dos seus anseios. O objetivo da cirurgia é restaurar a harmonia e rejuvenescimento da região. Uma pequena mudança de alguns milímetros consegue trazer a graciosidade do olhar de volta. O mais importante é um resultado natural e sem exageros. Por exemplo, atenta-se nas mulheres o fato de que o canto lateral do olho em posição 2 mm acima do nível do canto medial resulta num olhar esteticamente bonito, singelo e feminino. Nos homens, seguimos outros parâmetros de proporção facial. Outrossim, cada raça tem sua beleza intrínsica de maneira que não existe uma técnica única e absoluta de blefaroplastia para todas as pessoas.

A cirurgia plástica de pálpebra pode envolver sua porção superior, inferior ou ambas. Na pálpebra superior, a incisão da blefaroplastia para retirar o excesso de pele repousa num sulco natural do paciente de maneira que a cicatriz fica praticamente imperceptível após a recuperação da cirurgia. Da mesma maneira, a abordagem da pálpebra inferior pode ser feita sem incisões aparentes pois é utilizada a parte interna da pálpebra para retirar as bolsas gordurosas (cirurgia transconjuntival) ou faz-se uma incisão à 1-2 mm abaixo dos cílios inferiores e que se prolonga lateralmente para sulcos naturais na região dos “pés de galinha”. Nesta região lateral, retira-se o excesso de pele e pode-se ressecar parte do músculo que é responsável pelas rugas; esta conduta é muito particularizada e não se adequa para todas as pessoas, em especial quando se opta pela técnica de blefaroplastia do tipo “no touch”. Por fim, a pálpebra inferior é reposicionada reforçando seus ligamentos para que o olho tenha um contorno e delicadeza mais adequados. O Dr. Wulkan segue a técnica mais moderna para abordar as bolsas indesejadas de gordura aprendida em Harvard e New York University. A técnica resseca e reposiciona as mesmas cuidadosamente na região cultivando assim a beleza harmônica do local. Atualmente, prefere-se preservar ao máximo o volume ao redor dos olhos para se evitar o aspecto indesejado de “olhar profundo”. Uma boa maneira de trazer mais vida ao olhar é ser conservador na retirada das bolsas gordurosas e realizar a redistribuição das mesmas em locais estratéticos durante a blefaroplastia. Isso será explicado em detalhes durante a consulta médica particular.

A cirurgia para elevação e reposição do supercílio é também muito individualizada. As incisões podem ser feitas de tamanho reduzido na linha do cabelo ou pela própria incisão da pálpebra superior. Geralmente apenas a porção lateral e do meio do supercílio é tracionada para cima e o excesso de pele é ressecado com precisão. Ainda pela incisão da pálpebra superior, pode-se ressecar parcialmente os músculos que enrugam a testa na porção próxima do nariz e facilitar a elevação do supercílio desta área também. Procedimentos faciais estéticos como peelings, laser e aplicação de toxina botulínica podem ser associados para otimizar o resultado.

 

SOU UM CANDIDATO PARA A CIRURGIA DE PÁLPEBRAS E SUPERCÍLIOS?

 

De maneira geral, podemos dizer que os seguintes pacientes podem ser submetidos a cirurgia plástica das pálpebras e supercílios:

- Pacientes sem doenças oculares (Ex: glaucoma, descolamento de retina, hiper/hipotiroidismo, Doença de Graves, doenças reumatológicas, olho seco, diminuição da acuidade visual, ...)

- Pacientes com hipertensão arterial e doença cardiológica rigorosamente controlada e com liberação cardiológica para o procedimento cirúrgico.

- Pacientes não fumantes.

- Pacientes que não tenham infecção ou doença dermatológica ativa na face e pescoço.

- Pacientes saudáveis que não tenham contra-indicações médicas para serem submetidos a procedimento cirúrgico.

- Pacientes sem dificuldades para cicatrização.

- Pacientes emocionalmente estáveis, otimistas e realistas com a limitação do procedimento.

- Pacientes que sigam à risca as orientações médicas pós-operatória e disponíveis para ir ao consultório sempre que solicitados. É preciso estar preparado para eventual intercorrência, sabendo que sempre terá ao lado a presença e cuidados constantes do Dr. Wulkan.

O Dr. Wulkan faz parte das seguintes entidades médicas:
Certificados
Certificados
Certificados