ESTUDO RELATA QUE SELFIES DEFORMAM AS IMAGENS REAIS DO ROSTO E PODEM CAUSAR INSATISFAÇÃO COM A AUTO-ESTIMA

rinoplastiaAs fotos do tipo selfie já são uma realidade. Armados com seus smartphones, as pessoas em todo o mundo levam bilhões selfies para as mídias sociais para capturar uma memória ou compartilhar com sua família e amigos.

No entanto, pesquisadores estão advertindo que a proximidade da câmera pode ter efeitos de distorção no rosto da pessoa que faz selfie, o que potencialmente pode desenvolver uma auto-imagem alterada de sí mesmo

“Jovens adultos estão constantemente fazendo selfies para postar em mídias sociais e pensam que essas imagens são representativas de como eles realmente se parecem, o que pode afetar seu estado emocional”, disse Boris Paskhover, professor assistente da Faculdade de Medicina Rutgers New Jersey. “Eu quero que eles percebam que quando eles tomam um selfie eles estão, na essência, olhando para um espelho daqueles que tem no parque de diversão que distorcem a imagem”.

Em sua prática, Paskhover disse que os pacientes freqüentemente mostram a ele fotos de selfies como exemplos de sua instafisfação com a aparência do nariz, desejando que a rinoplastia o torne menor e/ou mais bonito.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Academia Americana de Cirurgiões Plásticos Faciais e Reconstrutivos, 42% dos cirurgiões disseram que os pacientes buscam procedimentos cosméticos para melhorias do selfies que postam em suas redes sociais.

rinoplastia estruturadaNo Brasil, o Dr. Wulkan também tem percebido essa preocupação pelos pacientes, principalmente pelos adolescentes e adultos jovens que desejam fazer rinoplastia.

Paskhover decidiu encontrar uma maneira melhor de explicar aos pacientes que os selfies não representam um retrato exato de seus narizes. Ele trabalhou em conjunto com pesquisadores do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Stanford para desenvolver um modelo matemático que mostra distorção facial criada por fotos tiradas nas proximidades.

especialista em rinoplastiaEm um artigo publicado na JAMA Facial Plastic Surgery, os pesquisadores explicam que um selfie médio – tomado a cerca de 12 polegadas do rosto – faz com que a base do nariz pareça aproximadamente 30% maior e a ponta do nariz 7% maior do que se a fotografia fosse tirada a uma distância padrão de 5 pés de distância, o que fornece uma representação mais proporcional dos traços faciais.

Pelo mesmo motivo, as fotos de análise facial tiradas pelo Dr. Wulkan em seu consultório, tem a padronização de distância, força da luminosidade do flash e ângulo do flash. Assim, é possível comparar melhor o pré e pós operatório de uma rinoplastia secundária ou rinoplastia estruturada, lembrando que o resultado da rinoplastia só pode ser apreciado após no mínimo 1 ano (até que o inchaço regrida bastante).

No estudo da JAMA, os autores fizeram um modelo com média das medidas de características faciais de uma seleção de participantes com raças e etnias diversas.

Paskhover diz que o impacto da auto-imagem e auto-estima das pessoas é uma preocupação de saúde pública e ele acredita que é necessário mais pesquisa sobre se a distorção mostrada em sua pesquisa realmente leva os pacientes que tem costume de tirar muitas selfies a a serem submetidos a rinoplastia ou outras cirurgias plásticas.

No Brasil, o Dr. Wulkan concorda com essa possibilidade e, por isso, enfatiza aos pacientes que não tome as decisões para se realizar uma rinoplastia ou outra cirurgia baseada unicamente pela sua aparência em fotos. Deve-se conversar abertamente com seu médico de confiança e com seus amigos/familiares antes de fazer essa importante decisão. A cirurgia plástica estética e reconstrutora tem o objetivo de ajudar as pessoas, mas as indicações médicas para se fazer a cirurgia devem ser éticas e bem pensadas em conjunto pelo médico, seu paciente e seus familiares.

 

(IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS; NÃO REPRESENTAM PACIENTES REAIS OU TRATAMENTOS OU TÉCNICA EXCLUSIVA OU PROMESSAS DE RESULTADO; CONVERSE SEMPRE COM SEU MÉDICO DE CONFIANÇA PARA TIRAR DÚVIDAS)