DEVO TROCAR MEUS IMPLANTES NO PERÍODO DE 10 ANOS?

especialista em rinoplastiaA dúvida de quem coloca implante mamário para aumentar os seios é bem comum. Afinal, trata-se de um produto que não faz parte do nosso corpo e sabemos que em algum momento a sua retirada/troca poderá ser necessária. Segundo o site da American Society of Plastic Surgeons, em artigo publicado em abril desse ano, a resposta curta provavelmente é “não”. Então, se pode não ser realmente necessário, por que esse famoso “10 anos” ficou tão conhecido? A necessidade de substituir os implantes mamários (soro fisiológico ou silicone) a cada 10 anos é baseada em dados científicos que estão sendo ligeiramente deturpados.

 

SUBSTITUIR IMPLANTE DE MAMA A CADA 10 ANOS?

 

Em 2011, a FDA divulgou este relatório sobre a segurança dos implantes mamários de silicone. Em vez de ler o relatório de 63 páginas, segue um resumo. Após 10 anos da inclusão do implante mamário, 1 em cada 5 pacientes precisa de algum tipo de procedimento de revisão. Isso significa que 20% dos pacientes necessitam de outra operação devido ao excesso de cicatrizes dentro da mama (contratura capsular), alteração do implante, entre outras coisas. Por outro lado, isso também significa que 80% dos pacientes não precisam fazer absolutamente nada após 10 anos de cirurgia. Algo parecido já foi falado sobre rinoplastia e pacientes que precisavam de nova cirurgia; as vezes a rinoplastia secundária pode ser necessária, mas na maioria dos casos operados corretamente, o resultado da rinoplastia pode durar por muito tempo sem qualquer problema.

Então, se você está tendo algum tipo de problema nas mamas com implante de silicone, provavelmente você poderá precisar mudar os seus implantes. Mas com monitoramento adequado (auto-exames, exames médicos), você não precisa substituir automaticamente seus implantes a cada 10 anos.

Além disso, lembre-se de que este estudo foi lançado em 2011. Desde 2011, existem novos implantes de quinta geração. Esses implantes parecem mais robustos do que os implantes estudados em 2011. Portanto, talvez dados atualizados de 10 anos com implantes mais novos mostrarão uma necessidade menos freqüente de revisão, na faixa abaixo de 20%.

Lembramos que esses números acima se referem a pacientes que foram submetidos exclusivamente a cirurgia estética da mama com colocação de implante de silicone. Implantes utilizados para a reconstrução da mama diferem e tem outras porcentagens de reoperação. Devido à radiação e pele do peito ser mais fina após a mastectomia, os implantes para a reconstrução da mama tendem a ter uma percentagem mais elevada de troca de implante. Verifique com seu médico para ter certeza.

Os melhores dados às vezes levam muitos anos para serem coletados. Continuem pesquisando os dados mais recentes em fontes confiáveis de literatura.

 

rinoplastia estruturadaCONVERSE COM SEU MÉDICO SOBRE IMPLANTE DE MAMA, RINOPLASTIA E OUTRAS CIRURGIAS

 

Lembramos que toda a medicina evolue. A rinoplastia traz novas condutas a cada congresso, a lipoaspiração pode mudar, lifting facial está sendo associado com condutas pouco invasivas, etc. Portanto, a medicina evolui e este artigo só é valido para a data de hoje pois no futuro, outras descobertas podem trazer novas verdades sobre o assunto. Portanto, sempre consulte seu mastologista ou cirurgião plástico no que se refere a suas dúvidas e queixas sobre cirurgia de mama.

 

(IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS; NÃO REPRESENTAM PACIENTES REAIS OU TRATAMENTOS OU TÉCNICA EXCLUSIVA OU PROMESSAS DE RESULTADO; CONVERSE SEMPRE COM SEU MÉDICO DE CONFIANÇA PARA TIRAR DÚVIDAS; ATÉ O MOMENTO, NÃO EXISTE CONSENSO EM RELAÇÃO A CIRURGIA ESTÉTICA DA MAMA COM IMPLANTES DE SILICONE)