CIRURGIA PLÁSTICA SEGURA

rinoplastia estruturadaA EVOLUÇÃO DA SEGURANÇA NA CIRURGIA PLÁSTICA

 

Por mais que possa parecer estranho (ou até mesmo um absurdo), muitos pacientes não se interessam em saber sobre os mecanismos e procedimentos que favorecem a segurança de uma cirurgia plástica, seja uma rinoplastia, colocação de implante de mama, lipoescultura ou qualquer outra. No entanto, a comunidade médica se atenta muito com esse tópico para sempre priorizar a saúde do paciente.

Em novembro de 2016, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) lançou em sua revista oficial tudo sobre o tema de segurança para o paciente. Já sabemos que antes de começar uma cirurgia plástica, deve-se fazer um check-list e a novidade é que agora temos mais embasamento científico para continuar nos atentando com nossos pacientes. Médicos que não são especialistas em cirurgia plástica (ou mesmo pessoas não médicas) que se aventuram nesses procedimentos são os maiores responsáveis por óbitos, complicações e graves intercorrencias. Nossos membros especialistas da SBCP, independendo se realiza rinoplastia secundária, abdominoplastia ou blefaroplastia, sempre se atenta às normas vigentes de segurança do paciente.

 

 

 

 

rinoplastia RINOPLASTIA, LIPOASPIRAÇÃO, LIFTING FACIAL E OUTRAS CIRURGIAS PLÁSTICAS MAIS SEGURAS PARA OS PACIENTES

 

A medicina evolue e o mesmo acontece com os procedimentos de segurança nas cirurgias. A SBCP propos o Escore Preditivo de Segurança a ser compartilhado com outras instituições internacionais.

Optou-se pela medicina baseada em evidências (método formal de análise da literatura médica que utiliza técnicas padronizadas com ênfase em dados obtidos por estudos randomizados) para nortear nossas condutas de segurança, de maneira que cada vez mais podemos oferecer o melhor atendimento possível para nossos pacientes.