Cirurgia plástica aumenta na era do Selfie

selfie

 

Segundo artigo publicado na Reuters, o hábito de tirar fotos de si mesmo (Selfie) tem trazido insegurança para as pessoas que tem optado por realizar procedimentos estéticos e cirurgias plásticas para melhorar suaauto-estima.

Cirurgiões plásticos nos Estados Unidos observaram maior demanda por rinoplastia e plastica de pálpebras pois muitas fotos acabam evidenciando muito o nariz e palpebras.

A American Academy of Facial Plastic and Reconstructive Surgery (AAFPRS) observou aumento de 10% nas rinoplastias de 2013 em comparação a 2012. Tudo indica que o mesmo ocorreu em 2014 com cada vez mais popularização das redes sociais.

Devemos ter cuidado com o exagero de fotos de selfie pois pode denotar uma obsessão e até uma insegurança por parte do praticante do selfie. Nesses casos, a plastica deve ser analisada com cautela pelo cirurgião. A plastica não é como um aplicativo de celular que pode modificar uma aparência e, se desejar mudar de novo, basta clicar num botão. A cirurgia plástica deve ser vista com seriedade e pleno entendimento do paciente pois existem riscos, intercorrencias, além dos beneficios que tanto se deseja.

Seja sempre avaliado(a) por cirurgiao do Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.