Cirurgia de lipoenxertia aumenta nos EUA

lipoenxertia

Matéria do www.time.com  faz grande relato que “a coisa mais quente em cirurgia plástica pode ser a adição de gordura em vez de se livrar dela”.

Muitos cirurgiões plásticos americanos dizem que as maiores tendências no campo são a aplicação de gordura do proprio paciente em outras partes do corpo. Alguns conversaram com o site www.time.com e disseram que as mulheres estão se concentrando em três objetivos: bumbum maiore, diminuição dos pequenos lábios (plástica intima feminina) e um rosto mais suave e com mais contorno.

Lipoaspiração e mamoplastia de aumento ainda são os procedimentos mais comumente feito, mas os cirurgiões plásticos disseram que mudanças culturais e avanços na ciência têm impulsionado recentemente a popularidade de alguns procedimentos menos conhecidos, tais como a lipoenxertia.

Nos EUA, O maior salto em 2014 foi no aumento da nádega, que disparou 86% em relação ao ano anterior, de acordo com estatísticas compiladas pela Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética. O número total de tais procedimentos foi 21.446 em 2014, de acordo com uma projeção estimada com base em questionários coletados de 786 praticantes de cirurgiões plásticos, dermatologistas e otorrinolaringologistas (uma fração do 342, 094 lipoaspirações realizadas.)

Mais surpreendente, talvez, foi o aumento de 49% no ano passado em labioplastia, um procedimento para reduzir o tamanho ou reparar os pequenos lábios femininos.  Dr. Wulkan publicou uma nova abordagem na plástica íntima juntamente com cirurgiões plásticos americanos no Aesthetic Surgery Journal que é um dos mais respeitados jornais de cirurgia plástica. Com isso, o Dr. Wulkan foca  sua conduta de plástica intima feminina com muito estudo e atenção aos detalhes anatômicos da região.

O Dr. Wulkan concorda com os médicos americanos que disseram que a “coisa mais quente em cirurgia plástica vai envolver a adição de gordura em certas partes do corpo, como o rosto”. Com o envelhecimento natural da face, perde-se o volume e contorno facial da juventude; a adição de gordura do próprio paciente ajuda considervelmente a restaurar o volume facial, mesmo que ocorra absorção de gordura.  Segundo o presidente eleito da American Academy of Facial Cirurgia Plástica e Reconstrutiva, esse procedimento vai se tornar cada vez mais popular. Os médicos estão apenas começando a aprender por que o processo, chamado de enxerto de gordura ou restauração volumétrica, funciona. “Eu já falei sobre isso por um longo tempo,” diz um renomado cirurgião plástico em Nova York “, mas agora estamos apenas começando a entendê-lo cientificamente.” O que os médicos aprenderam agora é que a adição de enxerto de gordura reorganiza as fibras elásticas sob a pele, fazendo com que o paciente tenha a aparência mais jovial.olhar mais jovem.

O Dr. Wulkan realiza com frequencia o procedimento de lipoenxertia estruturada que é a utilização da gordura do próprio paciente para aumento volumétrico tridimensional da face, nádegas ou qualquer região que possa se beneficiar com esse procedimento.

(IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS; NÃO REPRESENTAM PACIENTES REAIS OU TRATAMENTOS OU TÉCNICA EXCLUSIVA OU PROMESSAS DE RESULTADO)