A importância da atividade física no dia a dia

Segundo publicação do New York Times, a atividade física não só ajuda a manter  a pele mais jovem, como também pode reverter o envelhecimento da pele em pessoas que começam a se exercitar no final da vida, segundo uma pesquisa realizada por uma equipe da McMaster University, de Ontario (Canadá), que analisou células de pessoas com mais de 65 anos sedentárias.
Após a realização de biópsia, foram instruídos a praticarem atividades físicas duas vezes por semana durante três meses.
Passado os três meses, a equipe de cientistas realizou uma nova análise e encontrou resultados inesperados.
Ao comparar as células retiradas anteriormente, com as células após as atividades físicas, as camadas superficiais e internas da pele apresentavam sinais de “rejuvenescimento”.
A indicação característica do envelhecimento da pele, como epiderme grossa e derme mais fina, por exemplo, já haviam regredido após os exercícios frequentes. A pele também estava mais saudável em comparação às amostras retiradas antes da realização das atividades físicas.
Os pesquisadores ainda ressaltam que não é claro como os exercícios podem influenciar a composição da pele, mas o estudo aponta para substâncias como a miocina, a substância capaz de promover alterações em células não musculares – os cientistas encontraram alta concentração de miocina nos músculos dos voluntários após os exercícios.

Se exercite com regularidade!
O Dr. Wulkan ressalta a importância desse estudo, lembrando que os hábitos saudáveis são essenciais, especialmente para aqueles que vislumbram realizar qualquer tipo de procedimento cirúrgico. “A qualidade da pele depende também de proteção com filtro solar, alimentação balanceada e hidratação”, complementa o Dr. Wulkan.


Dr. Wulkan
Rinoplastia/Cirurgia Plástica